Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



close-up-blog.blogspot.com

 Ontem fui ver um dos mais guardados filmes de 2015, Velocidade Furiosa 7, e é com muita pena que digo que o filme não é grande coisa... É tudo tão exagerado e sem sentido que em nada faz lembrar a saga de filmes de corrida de carros pela qual me apaixonei aos 13 anos. Houve momentos que pensei que estivesse a ver um filme da Marvel.

Do realizador James Wan, e estrelado por Vin Diesel, Paul Walker, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster entre outros, o sétimo filme da saga Velocidade Furiosa é uma guerra aberta entre a Família Toretto e o irmão mais velho de Owen Shaw, o vilão do filme anterior. De todos os filmes, penso que este seja o que inclui menos cenas de "corridas" e em contrapartida muito mais cenas de acção, armas, lutas e companhia. Mas esta tem sido a tendência dos filmes desta saga, por mim teriam parado no quarto filme que estava muito bom, pois os restantes perderam totalmente o espírito da coisa.

O filme é acima de tudo um tributo ao actor Paul Walker, não sei se há planos de continuarem com a saga, mas pessoalmente acho que nada será como antes. (Escreve-vos uma fã emocionada)

 

Nota: O filme não entra para a lista dos 1001 melhores filmes de sempre.

 

"One last ride"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:02


Trash

por Glória, em 25.03.15

transferir.jpg

Fiquei com vontade de ver este filme desde que ouvi falar pela primeira vez em Novembro do ano passado e só agora consegui ver. O filme Trash (A Esperança Vem do Lixo) do realizador Stephen Daldry é uma parceria entre a Universal e uma produtora brasileira, e fala sobre a corrupção no Brasil. Apesar de o tema central da trama ser muito forte e contorverso o filme é bastante divertido e emocionante. Pois, as personagens principais são três garotos de 14 anos que trabalham numa lixeira e acabam por encontrar uma carteira que continha uma informação muito valiosa, que poderia colocar um deputado estadual em maus lençois. Os meninos enveredam muna busca pela verdade e o que é certo mesmo contra todas as adversidades.

Estrelado por Wagner Moura, Selton Mello, Rickson Tevez, Eduardo Luís, Gabriel Weinstein e também pelos pesos pesados de Holywood Martin Sheen e Rooney Mara. Este drama foi adaptado do livro de Andy Mulligan com o mesmo título. Foi bem recebido pela crítica, principalmente pelo desempenho dos três jovens protagonistas que dão outra energia ao filme e maior credibilidade à história. Resumindo, mais uma vez o cinema brasileiro apresenta-se no seu melhor!

 

 

"Vamos fazer uma revolução "

 

Classificação:

Faltam: 856 filmes. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:18


A Teoria de Tudo

por Glória, em 03.03.15

transferir.jpg

Sei que já passaram duas semanas mas ainda vou a tempo de falar dos Óscares 2015.Comentando muito rapidamente os resultados fiquei surpresa (pela negativa) por Julianne Moore ter levado o prêmio de melhor actriz e de Birdman ter arrecadado o de melhor filme. Penso que todos devem imaginar que eu estava torcer por Boyhood!

Dos oitos filmes nomeados ainda não assisti: The Imitation Game, Selma e American Sniper mas sinceramente qualquer outro merecia mais do que Birdman. Principalmente este que vos venho falar hoje, A Teoria de Tudo. Um drama baseado na vida do físico Stephen Hawking, bem mais propriamente baseado no livro de memórias de Jane Hawking. E para mim ela é a estrela! Jane Hawking foi uma grande mulher, de muita força, coragem e determinação. E Felicity Jones interpretou-a de forma tão subtil e encantadora (por isso ela merecia o Óscar...). Já Eddie Redmayne arrecadou o prémio de melhor actor pela sua espantosa interpretação de Stephen no filme, o que devo dizer, foi impressionante! Pois para quem não sabe, Stephen sofre de uma doença neurológica que afecta a parte motora do corpo, e o actor Eddie consegui na perfeição interpretar as dificuldades físicas exigidas.

Para além disso o filme tem imagens lindíssimas, a imagem é meio vintage porque mostra a vida do casal Hawking desde a década de 60. Realizado por James Marsh, este filme de 2014 teve óptimas críticas e arrecadou diversos prémios.

 

Boa sessão!

 

Classificação:

Faltam: 857 filmes.

 

"Por pior que a vida pareça... enquanto houver vida... haverá esperança."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02


As Cinquenta Sombras de Grey

por Glória, em 24.02.15

transferir.jpg

 Estou de volta, e dessa vez, venho falar-vos do filme mais comentado do momento, As Cinquenta Sombras de Grey. Por favor notem que o filme, NÃO entra para a minha lista, estou apenas a abrir um parêntesis e dar a minha mais humilde opinião. 

Baseado no livro com o mesmo título de E.L. James, o filme que estreiou a 12 de Fevereiro deste ano na maior parte das salas de cinema do muuuundo inteiro tem sido motivos de muuuuuita conversa. Dirigido por Sam Taylor-Johnson e protagonizado por Dakota Johnson e Jamie Dornan. O filme, um romance que conta a relação amorosa nada convencional de Anastasia Steele e Christian Grey, personagem central da história que digamos tem gostos bastantes peculiares...

Não achei em nada o filme tão ultrajante como o pintam. É apimentado? - Sim. - Respondo, mas nada que já não tenhamos visto antes no cinema e até mesmo na televisão. Quanto a história... li os três livros da série por isso sei do que estou a falar, e uma das melhores descrições para Fifty (chamemos assim) li em algum lugar que não me lembro bem, mas diz qualquer coisa como:

"Fifty apenas é um romance porque Christian Grey é rico. Caso ele fosse pobre, seria um thriller psicótico". 

E sinceramente concordo plenamente, lembro-me que uma das primeiras impressões que tive do livro, ao contrário de todas a gente que acha que trata as mulheres como objectos, foi de achar que Anastasia Steele, sujeitou-se a tudo em troca de presentes e de vida luxuosa. O que para mim é mais perturbador e como mulher extremamente humilhante. 

Mas deixando a história para lá, vamos analisar a questão cinematográfica. O filme não é mau de todo, tem planos lindíssimos, a fotografia é maravilhosa e a banda sonora é extremamente actual e moderna, o que recomendo vivamente a ouvirem. Quanto aos nossos protagonistas, Dakota é uma mulher linda, mas exagerou na ingenuidade de Anastasia, o que a faz parecer por vezes um tanto... choninhas (desculpem a expressão). Já Jamie Dornan, é o perfeito Christian Grey, extremamente sexy e misterioso!

Boa sessão!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04


About Time

por Glória, em 28.01.15

transferir.jpg

Todo mundo está sempre preocupado com o tempo e porquê? - É um recurso escasso, finito, o nosso bem mais preciso! Mas e se de repente descobríssemos que temos um tempo extra na vida, que podemos reviver vários momentos e até mudarmos o rumo das coisas?

É esse exactamente a história do filme que vos trago hoje, About Time é uma comédia romântica que conta com Domhnall Gleeson, Rachel McAdams e Bill Nighy nos papéis principais e conta a história de Tim, um rapaz normal e um tanto trapalhão que aos 21 anos descobre que tem um poder especial, viajar no tempo.

Do realizador Richard Curtis esse filme é simplesmente um encanto, com leves pinceladas de amor e humor que o tornam leve e divertido. Há muito tempo que estava na minha lista de filmes por ver (é um filme de 2013) e ainda bem que o vi hoje!

 

Classificação:

Faltam: 858 billfilmes.

 

 

 

"Try to live every day as if I've deliberately come back to this one day, to enjoy it, as if it was the full final day of my extraordinary, ordinary life."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.