Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Manchester By The Sea

por Glória, em 28.02.17

transferir.jpgHoje vou falar do filme que deu à Casey Affleck o Óscar de melhor actor. Manchester By The Sea, do realizador Kenneth Lonergan é uma auntêntica obra prima, que nos mostra de forma crua, dura e verdadeira a crueldade, simplicidade e beleza da vida. 

É puramente vida esta história. E foi muitíssimo bem contada pelo grupo de actores Casey Affleck, Michelle Williams, Kyle Chandler, Lucas Hedges e tantos outros. É um drama que conta a história de Lee Chandler, um homem misterioso e fechado que fica com a guarda do seu sobrinho após a morte do irmão. 

Este filme é um tanto quanto depressivo e melancólico, mas ao mesmo tempo tão verdadeiro e real que é impossível não se comover, daí a sua beleza. Não foi tão aclamado pelo público em geral, mas considerado como um dos melhores do ano pela crítica. Esteve indicado para bastantes prémios e chegou mesmo a vencer alguns, como por exemplo, o Óscar de Melhor Argumento Original no passado domingo. No fundo Casey Affleck foi o grande vencedor, pois com este filme conseguiu arrecadar o Óscar, o Globo de Ouro, o BAFTA e o Critics' Choice Award deste ano.  

 

 

 

"My heart was broken and now yours is broken too."

 

Classificação: 

Faltam: 876 filmes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:53


Especial Música: Like Sunday, Like Rain

por Glória, em 08.10.15

transferir.jpg

E chegamos ao fim de mais um especial, e confesso que este foi um dos melhores que já fiz! E para terminar em grande trago-vos Like Sunday, Like Rain o drama musical do realizador Frank Whaley que conta com Leighton Meester, Debra Messing, Julian Shatkin e o vocalista dos Green Day Billie Joe Armstrong

O filme conta a história de Eleanor, uma jovem rapariga que começa a trabalhar como babá de um jovem prodígio da música, Reggie. Uma história que poderia ser banal mas a sutilidade é tal que a torna mágica. Ao longo da trama vai-se desvendando a história de cada um dos personagens a medida que Reggie e Eleanor  vão-se conhecendo. E o melhor de tudo é a banda sonora que se incorpora pereitamente na trama, aumentando o seu encanto, é de destacar a música Like Sunday, Like Rain de Ed Harcourt que no filme aparece como composição de Reggie. 

Boa sessão!

 

 

"Welcome to the weirdness. I'm just trying to navigate a course towards safety and sanity best way I know how."

 

Classificação:

Faltam: 879 filmes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:35


Especial Música: Song One

por Glória, em 25.09.15

transferir.jpg

 Song One é um drama/musical de 2014. Neste filme Anne Hathaway interpreta Franny, uma jovem mulher que por circunstâncias da vida se distancia da família. Um trágico acidente com o seu irmão, faz-lhe voltar. Culpada pela ausencia na vida do irmão, a jovem começa a explorar as coisas dele e embarca numa viagem que a leva a todos os lugares que o irmão frequentava, ouvir as músicas que ele ouvia. Descobrindo os gostos musicais do irmão, Franny encontra não apenas consolo como também encontra o seu irmão, um amigo e a si mesma. Apesar da experiência dolorosa, é assim que consegue voltar a reatar os laços de família.

Dirigido por Kate Barker-Froyland e estrelado por Anne Hathaway, Ben Rosenfield, Mary Steenburgen e o também cantor Johnny Flynn. Song One é uma história envolvente, cativante não apenas pela carga dramática mas também pela beleza e suavidade que as músicas (maior parte interpretadas por Johnny Flynn) lhe conferem.

 

Boa sessão!

 

 

 

You know when you have a feeling that you don't want to fade away, but you don't really know how to keep it?

 

Classificação:

Faltam: 851 filmes.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17


Especial Música: Rudderless

por Glória, em 19.09.15

transferir.jpg

 Continuando com o especial sobre música, hoje trago-vos um filme um pouco mais pesado. Mas já ouvi (não sei onde) que as melhores músicas e histórias derivam da dor. Rudderless é drama de 2014 realizado pelo também actor William H. Macy que conta a história de um pai que perdeu o filho de forma trágica, mas que encontra nas músicas escritas pelo filho uma forma de o lembrar e superar a sua perda.

Estrelado por Billy Crudup, Anton Yelchin (), Felicity Huffman, Selena Gomez, Lawrence Fishburne e William H. Macy, o filme é carregado de emoções e tem belíssimas músicas indie (culpada para comentar pois, adoro o estilo). Anton Yelchin como sempre está fantástico e dá um show de representação e quem diria ele sabe mesmo cantar! É mesmo um filme fantástico, William H. Macy na sua estreia como realizador acertou em cheio, a história é bonita, a composição e fotografia são do melhor que há. 

 

Boa sessão!

 

 

Keep going. 

Classificaão:

Faltam: 852 filmes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:45


A Idade de Adaline

por Glória, em 26.06.15

The-Age-of-Adaline-posters.jpg

 Faz tempo que não escrevo o que sinceramente deixa-me muito triste mas não tenho tido muitas oportunidades para sentar e escrever, nem tenho visto muitos filmes ultimamente...

Mas para quebrar a ausência hoje trago-vos uma surpresa! Para mim foi uma surpresa (boa). Sabem aquele tipo de filme que tem tudo para não gostarem mas no fim revela-se uma... uh! faltam-me palavras. Revela-se um filme mágico, envolvente e simplesmente lindo na sua própria forma de ser. Foi exactamente o que aconteceu com A Idade de Adaline.

Este romance/fantasia/drama de 2015, do realizador Lee Toland Krieger conta a história de uma jovem mulher, Adaline Bowman, que depois de ter sofrido um trágico acidente não volta a envelhecer um dia. E após anos de uma vida solitária e repleta de segredos Adaline conhece um jovem que vem complicar mais a sua vida.

Estrelado por Blake Lively, Michiel Huisman, Ellen Burstyn e ainda Harrison Ford, este filme leva-nos a um passeio pelo tempo desde o início do século XX até aos dias de hoje com um toque de doçura e fantasia que torna o cliché do romance menos frívolo.

É de ressaltar também a participação de Blake, que está lindíssima na pele de Adaline mas que neste filme ela mostra-nos um lado diferente e mais maduro que só vem confirmar que os dias de Serena van der Woodsen estão definitivamente acabados!

 

 

"Tell me something that I can hold on to forever and never let go"

 

Classificação:

Faltam: 855 filmes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:53


Mais sobre mim

foto do autor